Obrigado por visitar o meu blog do carnaval de 2011

Search

Carregando...

Blog Archive

Atenção senhores compositores: envie o seu CD para Rádio Orkut Tribuna do Grande Rio, através do www.marcosmanso2.blogspot.com ou telefone 21 - 37600252
Marcos Manso "Marquinho" Jornalista, Presidente da Associação de Imprensa - AIB Redator-chefe do Jornal Tribuna do Grande Rio Editor da Revista Samba & Turismo Editor do Jornal Folha da Baixada Diretor da Rádio Orkut Tribuna do Grande Rio

Fale comigo!

Escola terá duas rainhas


Pela primeira vez na história da Sapucaí, dupla estará a frente de bateria da Viradouro

POR CELSO OLIVEIRA

Rio - Pela primeira vez na história da Marquês de Sapucaí, duas musas dividirão a coroa de rainha de bateria numa escola de samba. Dany Bananinha, assistente de palco do programa Caldeirão do Huck, e a atriz e bailarina Patrícia Costa estarão à frente dos ritmistas da Unidos do Viradouro no desfile do Grupo de Acesso A, no Carnaval de 2011.

Foto: Banco de Imagens
Dany será rainha da bateria da Viradouro com Patrícia Costa | Foto: Banco de Imagens

Em vez de uma ser rainha e outra madrinha, como muitas escolas já fizeram, elas reinarão juntas para personificar o enredo da agremiação de Niterói ‘Quem sou eu sem você?’, desenvolvido pelo carnavalesco Jack Vasconcelos. O enredo trata da história da humanidade sob o olhar da comunicação e da união entre os povos. “Eu e a Dany vamos bater um bolão na Avenida. Estaremos juntas por um mesmo ideal”, comentou Patrícia.

A ideia de unir as beldades com a mesma faixa foi do presidente Gusttavo Clarão, que viverá seu primeiro Carnaval no comando da Viradouro. “A Patrícia era a rainha no nosso campeonato de 97, por isso é muito pé quente, e vai representar a comunidade. Já a Dany representa o meio artístico. Com certeza vai se apaixonar pela escola. Ambas abraçaram o projeto com vontade de nos ajudar a voltar ao Grupo Especial”, comemora o vice-presidente, Rildo Seixas, lembrando que a Viradouro foi rebaixada pela primeira vez nesse ano, com o enredo ‘México, o paraíso das cores, sob o signo do sol”.

Com a tarefa de tentar levar a escola de volta à elite do Carnaval e sanar dívidas de R$ 2,5 milhões, Gustavo e Rildo apostam na inédita dobradinha. As duas mulheres representarão o símbolo da escola — duas mãos dadas, uma negra e a outra branca. Dany estreia no posto, mas Patrícia é veterana: foi rainha de 92 a 98, quando foi destronada por Luma de Oliveira. Elas serão coroadas numa festa em 4 de dezembro, na quadra da escola, no Barreto, em Niterói.